Proposta de Construção do Shopping dos Parlamentares
Rodrigo Oliveira06:38:00

O novo complexo deverá ter 58% das novas áreas destinadas a garagem  e outros 117 mil metros quadrados voltados ao atendimento dos gabinetes, salas de reuniões e espaços corporativos. 

Apesar de 6 partidos terem votado contra a Medida Provisória 668, cabe agora ao Senado Federal aprovar também ou arquivar a proposta da construção do "shopping dos parlamentares". 

Pra não fugir à praxe, a proposta de construção do já conhecido Shopping dos parlamentares, se aprovado, contará com Parceria Público-Privado. Ou você achou que dessa vez não teria participação de empresa privada?

O novo complexo, orçado em 1 bilhão de reais, prevê a reforma do prédio existente e a construção de outros 3 novos prédios. Como assim? Vamos lá.. O novo prédio será anexo, uma das promessas de campanha do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), será construído na área H da Praça dos Três Poderes e tem área estimada em 36 mil m². Segundo informações da Câmara, o projeto de arquitetura já está pronto e este ano serão gastos pelo menos R$ 5 milhões para a contratação de projetos complementares, como os de fundação, instalações gerais e engenharia.

No total, entretanto, a previsão é de que sejam gastos até R$ 1 bilhão com a construção do Anexo V e na ampliação projetada para o Anexo IV, outra grande obra prevista pelo Legislativo. Tudo pode ficar pronto em 2017.


Veja como será a nova estrutura:


Anexo A: é o edifício atual, que abriga hoje 432 gabinetes parlamentares de 40 metros quadrados cada. Depois da reforma, passará a ter 264 gabinetes com 60 metros quadrados.

Anexo B: será construído ao lado do prédio atual e atenderá áreas de interesse comum aos gabinetes, com ocupação exclusiva por órgãos da Câmara. Será composto por 3 pavimentos de superfície e 3 no subsolo. Terá um auditório para 700 pessoas, que poderá funcionar como plenário alternativo, e outros de menor capacidade, além de salas de reuniões.

Anexo C: semelhantes ao prédio atual, será construído com 10 andares de superfíce e 3 em subsolo. Terá 256 gabinetes parlamentares com 60 metros quadrados cada.

Anexo D: semelhante ao bloco B, terá 3 andares na superfície e 8 subsolos. Do 2º ao 8º subsolo serão ocupados por garagem e áreas técnicas, os demais andares serão áreas passíveis de exploração comercial durante a vigência da PPP. Após o encerramento da parceria, o prédio deverá ser ocupado por órgãos da Câmara.

Praça de Serviços: ficará localizada entre os anexos C e D e será voltada para o atendimento de servidores e público com áreas destinadas a prestação de serviços.
Fonte: Adaptado da Revista Exame, Avaaz e Portal R7.
Categoria: