Como dividir as contas com seu parceiro?
Rodrigo Oliveira11:10:00

Quando você está vivendo em uma casa com colegas de quarto, aluguel e as contas são muito fáceis de resolver. A maioria das coisas são uniformemente divididos e todos geralmente pagam um montante igual, porque as pessoas tendem a viver com outras pessoas que estão mais ou menos no mesmo escalão como elas.
As coisas começam a ficar um pouco mais complicado quando os casais vivem juntos. As finanças podem se tornar um caos, especialmente se uma das partes deixa de lado o trabalho fora para criar os filhos ou se ficou desempregado por um período de tempo.
Existem várias maneiras diferentes para você pode dividir as contas como um casal, é apenas uma questão de descobrir qual método atende às suas necessidades em cada fase de sua vida e seu relacionamento.
 

50/50 NA DIVISÃO
Este é um método muito simples, direto e justo de dividir as contas. Independentemente do que cada pessoa ganha, ambas pagam a mesma quantia de dinheiro e mantêm a sua sobra separada, da mesma forma como colegas de casa.
Funciona para:
-Os casais que acabaram de se juntar e já devem testar as águas de seu relacionamento.
-Casais que têm rendimentos diferentes.
Vantagem: ao dividir as contas igualmente, garante que cada um viva com o pé no chão, de acordo com sua renda, não sobrecarregando o companheiro.
 

MISTURA DE RENDA
Isso funciona bem para casais que possuem casas, por exemplo. Eles podem simplificar seus pagamentos de financiamento com um único débito direto a partir da mesma conta bancária, a tal conta conjunta.
Dividir o aluguel uma vez por mês parece ser simples, mas dividir gastos com seus cabelos ou um empréstimo pode se tornar cansativo muito rapidamente.
Uma das desvantagens para este sistema, no entanto, pode essa, explicar para o seu parceiro o porque você gastou R$ 250,00 no shopping, na semana passada, por exemplo. Depois de fundir sua renda, a piscina de dinheiro pertence ao seu parceiro também. Se você gosta de sua liberdade financeira e quer ser capaz de gastar seu dinheiro em qualquer coisa que você gosta, isso pode não ser a melhor escolha para você.
Funciona para:
-Casais que possuem casas
-Os casais que têm despesas comuns, tais como pagamentos de carro, seguro, taxas escolares ou investimentos.
Vantagem: as contas são mais esclarecidas, você vai entender melhor o seu gasto e do seu parceiro, por dever uma satisfação.

COM BASE EM % DE GANHO E USO
Por exemplo, se Rodrigo ganha R$ 4000 por mês e sua parceira Juliana Paes ganha R$ 2000, Rodrigo tem mais dinheiro para contribuir para a família. É claro que ele não é obrigado a contribuir mais, mas se o seu trabalho exige que ele alugue apartamento caro no centro da cidade perto de seu escritório, é injusto da parte dele esperar de Juliana para pagar por um estilo de vida que ela não tem condições.
Este também funciona em um sistema de proporção de consumo. Por exemplo, se Rodrigo trabalha em casa e usa 99% dos dados de internet domiciliar, enquanto Juliana usa uma vez por dia para verificar seu e-mail em seu telefone, logo, Rodrigo é quem deveria estar pagando mais da conta. Eles podem elaborar um sistema onde Juliana paga uma porcentagem menor das contas.
Funciona para:
-Casais com rendimentos variados
Vantagem: elimina ressentimentos que os casais podem se sentir em direção ao outro, quando eles acabam pagando por coisas que eles simplesmente não usam.

1 PAGA
Esta opção é muito utilizada quando um dos membros do casal toma tempo fora do trabalho para criar os filhos ou se eles têm renda esporádica ou imprevisível.
Este método de projeto de divisão exige muita comunicação para se certificar de que o principal sustento está sendo muito bem aproveitado e que o outro membro contribui o máximo que puder de outras maneiras.
Funciona para:
Casais em que apenas um dos parceiros trabalhando.
Vantagem: a simplicidade é a receita para atribuir a contas e custo de vida.



DICAS: seja honesto e comunique suas preocupações financeiras.
Não há nenhuma maneira correta de administrar as finanças como um casal, mas é importante ser honesto com o outro. Se você ganhar mais do que o seu parceiro e você quiser contribuir mais para a família, então deixe claro. Se você ganha mais do que seu parceiro, mas você não está podendo se comprometer a mais, diga. 
Questões de dinheiro pode ser a melhor solução em relacionamentos por isso é importante manter as linhas de comunicação abertas para uma conversa honesta sobre as suas preocupações.

CRIE UM SISTEMA QUE FUNCIONE PARA VOCÊS

Sejam flexíveis. Não há critério que funcione quando uma das partes está desconfortável com o negocio. Tanto que alguns casais mantêm suas finanças separadas por toda a vida, por isso não baseie em um sistema padrão, como as outras pessoas estão fazendo, se vocês terão uma suposta turbulência no relacionamento. 
ganho mais que meu marido, e agora? quem deve pagar a escola dos nossos filhos? eu ganho mais que minha mulher, devo pagar mais? como repartir as contas com minha mulher, meu marido, meu esposo?
https://pt-br.facebook.com/ComprandoeMorando
 

Visitas do mês