Previna e evite problemas

O pedreiro some, o marceneiro entrega o móvel com medida errada e não deixaram nenhuma tomada na parede da cozinha para ligar o microondas. Dai você se pergunta onde estava com a cabeça quando decidiu tocar a obra por conta. 

Um arquiteto te ajudaria bastante nessas horas, só lembrando que:
  1. Ele precisa ter registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo-CAU, e peça ao menos duas referencias de seus trabalhos.
  2. O arquiteto cobra um percentual baseado na complexidade do trabalho e no metro quadrado. Se ficar muito distante do seu bolso, contrate apenas uma parte do serviço. Alguns fazem somente o acompanhamento e a supervisão, e outros se envolvem na execução de todos os procedimentos, assumindo inclusive a contratação da mão de obra e a compra dos materiais.
  3. Diga para ele apresentar um bom orçamento e a maneira como trabalha. Preço é tão importante quanto afinidade, já que vocês vão conviver por um tempinho.
  4. Antes de começar a empreitada, o arquiteto precisa fazer o projeto e aprová-lo na prefeitura, simulando como ficará cada ambiente, as estruturas, as opções e quantidades de material com as estimativas de custos.
Boa obra.